top of page

PROJETO MÃO NA MASSA – ARTE E CULTURA AO REDOR DO MUNDO

Atualizado: 18 de ago. de 2023



Tema: Arte e Cultura ao redor do mundo.

Objetivo: Despertar o senso artístico e cultural nos alunos a partir de múltiplos olhares culturais.

Etapa de ensino: Ensino Médio (pode ser adaptado para o Ensino Fundamental Anos Finais).

Organização: colaborativo (em grupo).



1. Componentes curriculares

  • Língua Portuguesa;

  • Artes;

  • Sociologia.

  • Aqui podem ser vinculadas outras disciplinas como: História, Geografia, Matemática etc.


2. Habilidades


Habilidades específicas da área de linguagens, por competência específica da respectiva área.


Competência específica 2


Compreender os processos identitários, conflitos e relações de poder que permeiam as práticas sociais de linguagem, respeitando as diversidades e a pluralidade de ideias e posições, e atuar socialmente com base em princípios e valores assentados na democracia, na igualdade e nos Direitos Humanos, exercitando o autoconhecimento, a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, e combatendo preconceitos de qualquer natureza.


(EM13LGG202) Analisar interesses, relações de poder e perspectivas de mundo nos discursos das diversas práticas de linguagem (artísticas, corporais e verbais), compreendendo criticamente o modo como circulam, constituem-se e (re)produzem significação e ideologias.


Competência específica 3


Utilizar diferentes linguagens (artísticas, corporais e verbais) para exercer, com autonomia e colaboração, protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva, de forma crítica, criativa, ética e solidária, defendendo pontos de vista que respeitem o outro e promovam os Direitos Humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável, em âmbito local, regional e global.


(EM13LGG305) Mapear e criar, por meio de práticas de linguagem, possibilidades de atuação social, política, artística e cultural para enfrentar desafios contemporâneos, discutindo princípios e objetivos dessa atuação de maneira crítica, criativa, solidária e ética.


Competência específica 6


Apreciar esteticamente as mais diversas produções artísticas e culturais, considerando suas características locais, regionais e globais, e mobilizar seus conhecimentos sobre as linguagens artísticas para dar significado e (re)construir produções autorais individuais e coletivas, exercendo protagonismo de maneira crítica e criativa, com respeito à diversidade de saberes, identidades e culturas.


(EM13LGG603) Expressar-se e atuar em processos de criação autorais individuais e coletivos nas diferentes linguagens artísticas (artes visuais, audiovisual, dança, música e teatro) e nas intersecções entre elas, recorrendo a referências estéticas e culturais, conhecimentos de naturezas diversas (artísticos, históricos, sociais e políticos) e experiências individuais e coletivas.


(EM13LGG604) Relacionar as práticas artísticas às diferentes dimensões da vida social, cultural, política e econômica e identificar o processo de construção histórica dessas práticas.


Competência específica 7


Mobilizar práticas de linguagem no universo digital, considerando as dimensões técnicas, críticas, criativas, éticas e estéticas, para expandir as formas de produzir sentidos, de engajar-se em práticas autorais e coletivas, e de aprender a aprender nos campos da ciência, cultura, trabalho, informação e vida pessoal e coletiva.


(EM13LGG701) Explorar tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC), compreendendo seus princípios e funcionalidades, e utilizá-las de modo ético, criativo, responsável e adequado a práticas de linguagem em diferentes contextos.


(EM13LGG703) Utilizar diferentes linguagens, mídias e ferramentas digitais em processos de produção coletiva, colaborativa e projetos autorais em ambientes digitais.


(EM13LGG704) Apropriar-se criticamente de processos de pesquisa e busca de informação, por meio de ferramentas e dos novos formatos de produção e distribuição do conhecimento na cultura de rede.


Habilidades específicas de língua portuguesa, relacionadas às competências específicas da área de linguagens.


CAMPO ARTÍSTICO-LITERÁRIO


(EM13LP52) Analisar obras significativas das literaturas brasileiras e de outros países e povos, em especial a portuguesa, a indígena, a africana e a latino-americana, com base em ferramentas da crítica literária (estrutura da composição, estilo, aspectos discursivos) ou outros critérios relacionados a diferentes matrizes culturais, considerando o contexto de produção (visões de mundo, diálogos com outros textos, inserções em movimentos estéticos e culturais etc.) e o modo como dialogam com o presente — RELACIONADA ÀS COMPETÊNCIAS, ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS, 1 E 2.


(EM13LP47) Participar de eventos (saraus, competições orais, audições, mostras, festivais, feiras culturais e literárias, rodas e clubes de leitura, cooperativas culturais, jograis, repentes, slams etc.), inclusive para socializar obras da própria autoria (poemas, contos e suas variedades, roteiros e microrroteiros, videominutos, playlists comentadas de música etc.) e/ou interpretar obras de outros, inserindo-se nas diferentes práticas culturais de seu tempo — RELACIONADA ÀS COMPETÊNCIAS, ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS, 3 E 6.


(EM13LP54) Criar obras autorais, em diferentes gêneros e mídias — mediante seleção e apropriação de recursos textuais e expressivos do repertório artístico —, e/ou produções derivadas (paródias, estilizações, fanfics, fanclipes etc.), como forma de dialogar com a crítica e/ou subjetivamente com o texto literário — RELACIONADA ÀS COMPETÊNCIAS, ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS, 1 E 3.


CAMPO DAS PRÁTICAS DE ESTUDO E PESQUISA


(EM13LP28) Organizar situações de estudo e utilizar procedimentos e estratégias de leitura adequados aos objetivos e à natureza do conhecimento em questão - RELACIONADA ÀS COMPETÊNCIAS, ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS, 3 E 7.


(EM13LP34) Produzir textos para a divulgação do conhecimento e de resultados de levantamentos e pesquisas — texto monográfico, ensaio, artigo de divulgação científica, verbete de enciclopédia (colaborativa ou não), infográfico (estático ou animado), relato de experimento, relatório, relatório multimidiático de campo, reportagem científica, podcast ou vlog científico, apresentações orais, seminários, comunicações em mesas redondas, mapas dinâmicos etc. —, considerando o contexto de produção e utilizando os conhecimentos sobre os gêneros de divulgação científica, de forma a engajar-se em processos significativos de socialização e divulgação do conhecimento — RELACIONADA À COMPETÊNCIA, ESPECÍFICA DA ÁREA DE LINGUAGENS, 1.


HABILIDADES ESPECÍFICAS DA ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS, POR COMPETÊNCIA ESPECÍFICA DA RESPECTIVA ÁREA (FOCO EM SOCIOLOGIA)


COMPETÊNCIA ESPECÍFICA 1


Analisar processos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais nos âmbitos local, regional, nacional e mundial em diferentes tempos, a partir da pluralidade de procedimentos epistemológicos, científicos e tecnológicos, de modo a compreender e posicionar-se criticamente em relação a eles, considerando diferentes pontos de vista e tomando decisões baseadas em argumentos e fontes de natureza científica.


(EM13CHS103) Elaborar hipóteses, selecionar evidências e compor argumentos relativos a processos políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais e epistemológicos, com base na sistematização de dados e informações de diversas naturezas (expressões artísticas, textos filosóficos e sociológicos, documentos históricos e geográficos, gráficos, mapas, tabelas, tradições orais, entre outros).


3. Metodologia

  • Será utilizada a “sala de aula invertida” e a “rotação por estações” para o contato com o conteúdo teórico necessário para o desenvolvimento da atividade.


4. Recursos

  • Aplicativo/Plataforma Google Arte e Cultura: para viagem virtual no mundo das artes;

  • Materiais para pintura: para desenvolvimento do produto;

  • Google Meet: para momentos síncronos virtuais e de discussão;

  • Google Sites: para elaboração da trilha de aprendizagem;

  • Blogger: para exposição do produto;

  • Canva: para elaboração da trilha pedagógica e da divulgação do produto.


5. Produto

  • Exposição artístico-literária.


6. Duração

  • 4 semanas (carga horária distribuída conforme a realidade da turma).


7. Desenvolvimento


ETAPA 1: Ambientação da atividade.


Nesta etapa, os professores devem apresentar para a turma o período histórico a ser explorado, os textos literários a serem lidos, artistas e obras a serem conhecidas, questões sociais a serem analisadas etc.


Além disso, deverão apresentar:

  • Como serão desenvolvidas as atividades;

  • A organização dos momentos síncronos por disciplina;

  • A organização dos momentos síncronos interdisciplinares (pode ser roda de conversa, debates, diálogos etc.);

  • As etapas do projeto;

  • Disponibilização da trilha pedagógica (por disciplina ou interdisciplinar);

  • Os recursos a serem usados;

  • Ambientação dos recursos que os alunos deverão utilizar (podem ser inseridos tutoriais na trilha de aprendizagem);

  • O produto.


ETAPA 2: Definição e atribuição das atividades aos grupos.


Neste momento os professores e alunos definirão os grupos de trabalho, com apresentação das atribuições individuais e coletivas.


Além disso, é importante apresentar para a turma algumas formas de organização/planejamento, para que haja bom desempenho das atividades a serem cumpridas por eles. Sendo assim, os professores podem apresentar aplicativos que auxiliem nesta organização colaborativa, como: Google Drive, Google Planilhas, Google Tarefas, Google Meet, Google Doc etc.


ETAPA 3: Mão na massa.


Nesta etapa os alunos:

1. Farão um passeio virtual para conhecer as telas, museus e autores selecionados pelos professores no Google Arte e Cultura.

2. Estudarão os textos e autores literários correspondentes ao período selecionado, correlacionando com a tour realizada no Arte e Cultura.

3. Refletirão sobre as questões sociais e críticas encontradas nos textos e obras analisadas.


Essas análises podem acontecer sincronamente de forma presencial ou virtual (Google Meet, Zoom, Microsoft Teams etc.), assim como de forma assíncrona em fóruns de discussões virtuais (podem ser usadas ferramentas como Padlet e Blogger).


É importante ressaltar que os professores precisam definir as regras de interação, além de estarem presentes na mediação das discussões.


ETAPA 4: Construção do Produto.


É chegado o momento de construir a mostra artístico-literária. Portanto, os grupos devem entregar uma obra artística de sua produção, a qual faça algum tipo de crítica social contemporânea.


A produção pode ser:

  • Um poema;

  • Um podcast, ou videocast;

  • Uma crônica;

  • Uma tela;

  • Etc.


É importante deixar que os estudantes sejam criativos e escolham como materializar o que estudaram dentro da proposta do projeto. Para tanto, os combinados devem ser assertivos. Sendo assim o professor não deixar pontas soltas e estar atento para as possíveis dúvidas dos grupos.


ETAPA 5: Mostra do produto.


Os alunos deverão construir o ambiente no qual será disponibilizada a mostra que eles estão organizando (pode ser utilizado o Google Sites ou o Blogger).


Além disso, os alunos devem montar o material virtual de divulgação do trabalho. Esse material pode ser elaborado na plataforma Canva (versão for education).


8. Autoavaliação/ Avaliação


Neste momento, cada professor deverá aplicar uma autoavaliação correspondente ao desempenho dos estudantes em suas atividades específicas e pode ser realizada uma autoavaliação do evento como um todo.


Ademais, os professores podem avaliar todo o processo de desenvolvimento dos alunos, a partir de rubricas que mensurem, qualitativamente, o processo de aprendizagem da turma.


9. Feedback


Os professores podem realizar uma aula para o feedback coletivo do projeto como um todo. Além disso, é recomendado agendar um momento para os feedbacks individuais sobre o desempenho dos alunos em suas respectivas disciplinas.


Fonte: PILLONETTO, Marlon Richard Alves Pillonetto. Educação e aprendizagem baseada em projetos. In: PILLONETTO, Marlon Richard Alves Pillonetto; IANOF, Jenifer; MARAIA, Luciana. Educação e tecnologias digitais: Metodologias ativas para sala de aula. Maringá: Viseu, 2023.



Espero que tenha gostado das dicas!

Até a próxima!




31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page