top of page

PROJETO MÃO NA MASSA 5 – EMPREENDEDORISMO

Atualizado: 18 de ago. de 2023



Tema: Minha primeira empresa.

Objetivo: Construir uma proposta de empresa executável.

Etapa de Ensino: Ensino Médio.

Organização: colaborativo (em grupo).


1. Componente curricular

  • Língua Portuguesa;

  • Matemática;

  • Itinerário Formativo de Programação (ou afins).


2. Habilidades


HABILIDADES ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS DO CAMPO JORNALÍSTICO-MIDIÁTICO


(EM13LP41) Analisar os processos humanos e automáticos de curadoria que operam nas redes sociais e outros domínios da internet, comparando os feeds de diferentes páginas de redes sociais e discutindo os efeitos desses modelos de curadoria, de forma a ampliar as possibilidades de trato com o diferente e minimizar o efeito bolha e a manipulação de terceiros.


(EM13LP42) Acompanhar, analisar e discutir a cobertura da mídia diante de acontecimentos e questões de relevância social, local e global, comparando diferentes enfoques e perspectivas, por meio do uso de ferramentas de curadoria (como agregadores de conteúdo) e da consulta a serviços e fontes de checagem e curadoria de informação, de forma a aprofundar o entendimento sobre um determinado fato ou questão, identificar o enfoque preponderante da mídia e manter-se implicado, de forma crítica, com os fatos e as questões que afetam a coletividade.


(EM13LP43) Atuar de forma fundamentada, ética e crítica na produção e no compartilhamento de comentários, textos noticiosos e de opinião, memes, gifs, remixes variados etc. em redes sociais ou outros ambientes digitais.


(EM13LP44) Analisar formas contemporâneas de publicidade em contexto digital (advergame, anúncios em vídeos, social advertising, unboxing, narrativa mercadológica, entre outras), e peças de campanhas publicitárias e políticas (cartazes, folhetos, anúncios, propagandas em diferentes mídias, spots, jingles etc.), identificando valores e representações de situações, grupos e configurações sociais veiculadas, desconstruindo estereótipos, destacando estratégias de engajamento e viralização e explicando os mecanismos de persuasão utilizados e os efeitos de sentido provocados pelas escolhas feitas em termos de elementos e recursos linguístico-discursivos, imagéticos, sonoros, gestuais e espaciais, entre outros.


(EM13LP45) Analisar, discutir, produzir e socializar, tendo em vista temas e acontecimentos de interesse local ou global, notícias, fotodenúncias, fotorreportagens, reportagens multimidiáticas, documentários, infográficos, podcasts noticiosos, artigos de opinião, críticas da mídia, vlogs de opinião, textos de apresentação e apreciação de produções culturais (resenhas, ensaios etc.) e outros gêneros próprios das formas de expressão das culturas juvenis (vlogs e podcasts culturais, gameplay etc.), em várias mídias, vivenciando de forma significativa o papel de repórter, analista, crítico, editorialista ou articulista, leitor, vlogueiro e booktuber, entre outros.


COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO PROJETO


  1. Utilizar estratégias, conceitos e procedimentos matemáticos para interpretar situações em diversos contextos, sejam atividades cotidianas, sejam fatos das Ciências da Natureza e Humanas, das questões socioeconômicas ou tecnológicas, divulgados por diferentes meios, de modo a contribuir para uma formação geral.

  2. Propor ou participar de ações para investigar desafios do mundo contemporâneo e tomar decisões éticas e socialmente responsáveis, com base na análise de problemas sociais, como os voltados a situações de saúde, sustentabilidade, das implicações da tecnologia no mundo do trabalho, entre outros, mobilizando e articulando conceitos, procedimentos e linguagens próprios da Matemática.

  3. Utilizar estratégias, conceitos, definições e procedimentos matemáticos para interpretar, construir modelos e resolver problemas em diversos contextos, analisando a plausibilidade dos resultados e a adequação das soluções propostas, de modo a construir argumentação consistente.

  4. Compreender e utilizar, com flexibilidade e precisão, diferentes registros de representação matemáticos (algébrico, geométrico, estatístico, computacional etc.), na busca de solução e comunicação de resultados de problemas.

  5. Investigar e estabelecer conjecturas a respeito de diferentes conceitos e propriedades matemáticas, empregando estratégias e recursos, como observação de padrões, experimentações e diferentes tecnologias, identificando a necessidade, ou não, de uma demonstração cada vez mais formal na validação das referidas conjecturas.

3. Metodologia

  • Aprendizagem Baseada em Projetos: estratégia principal, ou seja, o projeto.

  • Sala de Aula Invertida: para o estudo teórico e apoio científico.

  • Rotações por Estações: para as práticas dos conteúdos teóricos estudados pela sala de aula invertida.

4. Recursos

  • Google sites: para elaboração do site da empresa.

  • Evernote: para elaboração do planejamento estratégico da empresa.

  • Google Planilhas: para a elaboração do plano financeiro de negócios.

  • Canva: para desenvolvimento da parte gráfica do site.

  • Instagram: para elaboração da mídia social e digital da empresa.

5. Produto

  • Plano de negócios da empresa, com proposta de site e Instagram.

6. Duração

  • 8 semanas (carga horária distribuída conforme a realidade da turma).

7. Desenvolvimento


ETAPA 1: Ambientação da atividade.


Neste momento o projeto deve ser apresentado para a turma e realizada:

  • Organização dos grupos;

  • Distribuição das tarefas;

  • Bate-papo sobre a proposta para verificar a aceitação da turma, refletir sobre a questão geradora; realização das possíveis adequações com base na sugestão dos alunos, como: inclusão de aplicativos, alteração de prazos etc.

  • Explanação do que será realizado em cada componente curricular: Matemática: plano de negócios e desenvolvimento do planejamento financeiro para abertura da empresa; Língua Portuguesa: parte linguística da empresa e desenvolvimento do material para o site e redes sociais; Programação: criação do site.


ETAPA 2: Mão na massa.


Nesta etapa os alunos:

1. Conhecer as plataformas (em cada componente);

2. Elaboração das etapas, conforme o cronograma da etapa de cada componente curricular.

3. Definição e entrega das etapas do projeto para os professores de cada componente.


ETAPA 3: Construção do Produto.


Nesta etapa os estudantes vão unir o que foi realizado em cada componente curricular, a fim de entregar e apresentar o produto, ou seja, o plano de negócios e o site da empresa, evidenciado a viabilidade de abertura no contexto que o aluno está inserido, bem como a importância dos componentes no mundo real, embasados na proposta da atividade.


ETAPA 4: Mostra do produto.


É de suma importância que os professores organizem uma mostra profissional para que os estudantes possam apresentar suas propostas para a comunidade escolar, a fim de valorizar o trabalho realizado.


8. Avaliação/Autoavaliação


A avaliação deve ser continuada e que vise o atingimento de cada etapa do projeto, as especificidades de cada componente, bem como o desenvolvimento coletivo e individual dos estudantes envolvidos.


9. Feedback


É preciso que os professores organizem um momento de feedback individual (com cada grupo) e coletivo, a fim de compreenderem o andamento do trabalho, bem como para que os alunos compreendam suas fragilidades e potencialidades, para que haja as alterações necessárias.


Fonte: PILLONETTO, Marlon Richard Alves Pillonetto. Educação e aprendizagem baseada em projetos. In: PILLONETTO, Marlon Richard Alves Pillonetto; IANOF, Jenifer; MARAIA, Luciana. Educação e tecnologias digitais: Metodologias ativas para sala de aula. Maringá: Viseu, 2023.

Espero que tenha gostado das dicas!

Até a próxima!



20 visualizações2 comentários

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Aug 04, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

Minha reverência a vc sempre arrebentando uhhh

Like
marlonrichardalves
marlonrichardalves
Aug 07, 2023
Replying to

Muito obrigado pelo carinho. ♥

Like
bottom of page